À conversa com os editores: Eduarda Abbondanza

“Aproveitava todas as oportunidades que aparecessem e ia experimentando, sabendo, e isso eu tinha plena consciência, que estava a criar conhecimento. Quanto mais conhecimento tivesse, mais livre seria a minha escolha.”

“Em Itália, soube que não teria de experimentar mais nada. Foi tudo muito rápido. Quando me mudei para Milão tive acesso a muitas coisas, que não existiam em Portugal. Quando encontro as mais diversas revistas de moda, que era uma coisa a que não tinha acesso em Portugal, deparei-me com um universo completamente diferente. E eu sabia que era aquilo, não tinha dúvidas.”

“Fazer a ModaLisboa foi quase inevitável. Estávamos no sítio certo, no momento certo e atuámos da forma certa.”

“Foi claramente um momento cirúrgico, porque tivemos que refazer a catarse da compreensão de tudo aquilo que tínhamos feito.”

“Esses projetos, permitiram-nos trabalhar a relação com as artes plásticas, com os arts and crafts, movimentar coisas de Portugal para outros para outras geografias, promover o talento nacional.”

fotografia de Mário Príncipe assisitido por Rodrigo Lopes Ribeiro, maquilhagem Carla Pinho com produtos Sisley Paris Official